Mosquito DengueO diretor-presidente da Anvisa, Jarbas Barbosa, participou, na manhã desta quarta (2), do lançamento da Frente Parlamentar da Dengue e Incorporação Tecnológica no Enfrentamento das Arboviroses, uma iniciativa da Câmara dos Deputados contra a dengue, chikungunya e o zika, vírus relacionado à microcefalia em recém-nascidos.

O deputado Odorico Monteiro (PT-CE), presidente da frente (que conta com 220 parlamentares), ressaltou que um dos desafios é a inovação tecnológica no combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. “Nós sabemos que muitas situações hoje relacionadas à zika, chikungunya ou dengue estão no limite da ciência, desde o diagnóstico até a incorporação de vacinas”, observou o parlamentar.

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, que participou do evento, elogiou a mobilização na Câmara e reiterou ser essencial envolver toda a sociedade no combate ao mosquito, uma vez que mais de 2/3 dos criadouros estão dentro das residências brasileiras.

“Nós temos hoje perto de seis mil casos notificados de microcefalia. Antes, nós tínhamos em média 150 casos por ano no Brasil. É o vírus zika que está causando essa epidemia. Nós precisamos fazer um esforço. Como não temos remédio nem vacina, ainda, a arma que nos resta é eliminar o mosquito”, avaliou o ministro.

Também estiveram presentes representantes de órgãos governamentais, laboratórios, institutos de pesquisa, conselhos e entidades municipais e estaduais.