Balanço aponta que 505, de 45 mil estabelecimentos, adaptaram fachadas. Comércio se adequou, mas não informou Prefeitura, diz supervisor.

Fachada de prédio sem placas de publicidade externa no Centro de Ribeirão Preto (Foto: Clayton Castelani/ G1)

O primeiro levantamento da Secretaria Municipal da Fazenda apontou que apenas 1% das lojas de Ribeirão Preto (SP) se adaptou à Lei Cidade Limpa, projeto que regulamenta fachadas e publicidade visual na cidade que entrou em vigor no dia 10 de julho.

Dos 45 mil estabelecimentos do município, de acordo com o balanço, 505 fizeram até o dia 11 o Cadastro More >