Centro comercial está com sistema de alarme e hidrantes quebrados.
Prefeitura diz que administração do espaço sabia de problemas desde 2010.

shopping1-paulinia

Sem Alvará e laudo dos bombeiros, Paulínia Shopping é lacrado (Foto: Patr´cia Teixiera/EPTV)

O Paulínia Shopping foi lacrado pela Prefeitura de Paulínia (SP) na manhã desta sexta-feira (6) por falta de segurança aos frequentadores, funcionários e lojistas. De acordo com a administração municipal, o espaço está sem alvará de funcionamento, sem o auto de vistoria do Corpo de Bombeiros e sem extintores nos locais adequados. O centro comercial fica na Avenida Prefeito José Lozano Araújo, no bairro Nossa Senhora Aparecida, no mesmo complexo da rodoviária da cidade.

O sistema de hidrantes e chuveiros automáticos também estão quebrados, chaves elétricas estão desligadas, sistema de alarme apresenta falha e os acessos não possuem saída antipânico, segundo relatório após vistoria dos bombeiros em junho deste ano. A Prefeitura afirmou ainda que Ministério Público (MP) e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Paulínia fizeram denúncias sobre os diversos problemas de segurança apontados pela corporação na fiscalização.

A empresa que administra o espaço, a Pró-Shopping, foi notificada sobre a situação, desde 2010, diversas vezes, e nenhuma providência foi tomada para resolver os problemas, segundo a Secretaria de Fiscalização. A assessoria de imprensa do shopping informou que a empresa está avaliando os motivos que levaram a Prefeitura a fechar o prédio e que por isso ainda não vai se manifestar.

Ainda de acordo com informações da administração municipal, um agravante da situação foi um incêndio no dia 28 de agosto no restaurante do complexo, que está desativado e foi incendiado por vândalos durante a madrugada. Parte do mobiliário ficou destruída. O Paulínia Shopping foi inaugurado em julho de 2007. Além das lojas, o centro de compras tem praça de alimentação e lazer e duas salas de cinema. A rodoviária, que funciona ao lado, não será lacrada por não apresentar falta de segurança.

 

 

Fonte: g1.globo.com

Prado Assessoria: Canal de Noticias

Regularize o seu Alvará de Funcionamento